Como usar a tecnologia no ensino a distância?

NOTÍCIAS

< voltar

Como usar a tecnologia no ensino a distância?

quinta, 28/05/2020

Recentemente o ensino a distância vem se tornando uma opção interessante para unir aqueles que querem aprender, mas que não podem ou não conseguem se deslocar para as escolas e faculdades. Para que essa prática seja possível, a tecnologia é uma ferramenta fundamental. Portanto, é necessário saber o que fazer para usá-la de maneira correta e transmitir um conteúdo de qualidade para os alunos. Neste post você entenderá mais sobre isso. Acompanhe!

 

Videoaulas

 

No ensino a distância, as videoaulas se tornaram a principal maneira de passar o conteúdo para os alunos. Por isso, é necessário que os professores tenham uma preparação adequada antes de filmar e publicar as suas aulas. 


Oriente os seus docentes sobre como deve ser a filmagem, quanto tempo deve durar cada vídeo e onde eles devem armazená-los. Além disso, peça para que eles treinem antes de gravar e que pensem na didática mais adequada para que o vídeo não se torne algo desinteressante para o aluno.

 

Além das videoaulas gravadas, algumas instituições estão oferecendo aulas on-line em tempo real. Aqui no COC, os alunos têm acesso a uma plataforma interativa e completa, com aulas ao vivo, para que o processo de aprendizagem não seja comprometido com a distância da escola. A ferramenta permite que os alunos se reúnam, cada um de sua casa, em um mesmo ambiente virtual para assistirem às aulas. 

 

Os professores, por sua vez, conseguem compartilhar telas com os alunos, além de poderem usar uma lousa virtual e criar enquetes e salas para atendimento individual dos alunos. Todo esse serviço é oferecido com o máximo de segurança possível e respeitando os dados de professores e estudantes.

 

Ambiente de debates virtuais

 

O debate e as discussões fazem parte da compreensão dos conteúdos, por isso é necessário que se crie um ambiente próprio para que alunos e os docentes possam expor suas ideias e opiniões, discutir o conteúdo e, claro, aprender. Esses ambientes, ou fóruns, devem ser coordenados pelos professores, que, assim como na sala de aula, têm que conduzir a conversa, apontando os rumos corretos do aprendizado e tirando as dúvidas dos estudantes.

 

Materiais virtuais 

 

Se o ensino é feito por meio da internet, é preciso que os alunos tenham condições de estudar com livros e apostilas virtuais, seguindo o plano de ensino de cada disciplina. Portanto, disponibilize um local para que eles tenham acesso aos materiais didáticos. Se o ambiente virtual for de difícil manuseio, ou se estiver com defasagem de material, os alunos poderão buscar respostas em outros sites da internet e encontrar diferentes abordagens sobre o assunto, o que pode resultar no não entendimento do conteúdo por parte do aluno.

 

Provas e atividades

 

Os alunos precisam ser avaliados, assim como acontece no ensino presencial. Porém, controlar o limite de informações dos alunos durante provas e atividades é um dos grandes desafios. Alguns ambientes virtuais de aprendizado não permitem que mais guias de pesquisa sejam abertas do momento em que se inicia uma atividade até o seu encerramento.

 

Além de ser uma prática muito utilizada, o ensino a distância também serve para fazer crescer o número de instituições que optam pelo ensino híbrido. Esse método mistura o ensino presencial com a tecnologia e o aprendizado a distância, possibilitando que o aluno tenha informações suficientes para estudar em qualquer hora e lugar, utilizando tanto recursos digitais como materiais didáticos e videoaulas.

 

Fonte: Sistema COC de Ensino